Moontera

Funcionários do aeroporto de Tokyo vão utilizar exoesqueletos

Por Tiago Araújo a 06/Jul/2015

A aeroporto de Haneda em Tokyo irá fornecer exoesqueletos da Cyberdyne para os seus funcionários.

Os funcionários do aeroporto de Haneda em Tokyo, Japão, vão passar a equipar exoesqueletos para facilitar o levantamento de cargas. O aeroporto estará também equipado com robôs, para facilitar o transporte de malas e outras cargas dos passageiros com dificuldades. A empresa Cyberdyne ficou a cargo do desenvolvimento e manutenção deste tipo de equipamentos.

A Cyberdyne é liderada pelo professor Yoshiyuki Sankai, da universidade Tsukuba do Japão. Yoshiyuki Sankai ficou conhecido pelo exoesqueleto HAL (hybrid assistive limb), que é um autentico fato cyborg, muito utilizado para fins medicinais, principalmente de recuperação, ou para casos de invalidez motora. No caso do exoesqueleto que os funcionários do aeroporto de Haneda vão usar, apenas actua na zona lombar, aumentando a força e agilidade dos funcionários. Este exoesqueleto chama-se “HAL for Labor Support”.

O equipamento pesa cerca de 3 Kg e possui uma autonomia de 3 horas. Carrega totalmente em 45 minutos. É colocado em volta da cintura. Através de computação motora e de sensores, este HAL será capaz de perceber quais são os músculos utilizados ao carregar a carga e assim ajudar no suporte da carga, sem causar dores na zona lombar após um dia de trabalho. O principal objectivo deste HAL é evitar que os funcionários possuam dores de costas, principalmente na zona lombar.

Este HAL ajudará uma pessoa que pese 50Kg a levantar facilmente malas de 20Kg, sem danificar a zona lombar. Os níveis de força do exoesqueleto podem também de nivelados consoante o peso da carga. O funcionário poderá diminuir a força do HAL em cargas mais leves e aumentar em cargas mais pesadas.

Tudo isto é muito bonito de se ler e sem duvida que é uma excelente melhoria na vida dos funcionários do aeroporto, mas existe um lado comercial que interessa à Cyberdyne. Os turistas. A parceria entre a Cyberdyne e o aeroporto tem em vista a divulgação do exoesqueleto para os turistas que avistarem os funcionários do aeroporto a usa-los. O que é muito bem pensado.

exoesqueleto cyberdyne HAL for labor

O crescimento do tráfego aéreo no Japão é também um sinal interessante para a Cyberdyne. Mais turistas significam mais malas, e o exoesqueleto da Cyberdyne além de facilitar a vida aos funcionários do aeroporto, melhora consideravelmente o seu desempenho no trabalho, conseguindo suportar mais cargas, durante mais tempo.

Este exoesqueleto está disponível para aluguer por cerca de 1000€ por mês no site da Cyberdyne. A companhia está já a trabalhar com empresas na área da construção, transporte, fabricas e em serviços ao domicilio, como enfermagem. Este HAL é dedicado a áreas profissionais, para trabalhadores. A empresa possui ainda HALs totalmente dedicados à área da reabilitação e medicinal.

Categoria: Robótica

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *