Moontera
Hacking Team

Empresa de vigilância digital, Hacking Team, foi Hackeada

Por Tiago Araújo a 06/Jul/2015

A empresa de vigilância digital e de venda de spyware foi ela própria Hackeada, com aproximadamente 500GB de informações reveladas.

Esta é uma das noticias do dia, a empresa de vigilância digital que também vende spyware para grandes organizações e até para países, a Hacking Team, foi ela própria Hackeada. Aparentemente um grupo de Hackers que ainda não assumiu o feito, invadiu os servidores da empresa italiana e revelou online 500GB de informações sobre a Hacking Team. Tendo em conta o tamanho do conteúdo e o alvo em causa, acredita-se que esta operação tenha sido levada a cabo por mais do que uma pessoa.

Entre os 500GB de informações divulgadas via torrent, encontra emails internos, documentos financeiros , contratos, ficheiros de clientes, entre outros tipos de informação. Alguns dos dados revelados são relativos ao presente ano de 2015. Os Hackers que ainda não reivindicaram o feito, invadiram também a conta do Twitter da empresa italiana. No Twitter escreveram como se fossem os próprios elementos da Hacking Team, com a seguinte publicação:

“Since we have nothing to hide, we’re publishing all our e-mails, files, and source code”

Este mesmo tweet incluía ainda um link para o torrent com 500GB de informação sobre a empresa e os seus clientes. O tweet diz algo como: Como não temos nada a esconder, publicamos todos os nossos e-mails, arquivos e código fonte. Os Hackers publicaram ainda vários tweets com citações de emails trocados entre empregados da Hacking Team.

Ainda não foi revelado como a invasão aconteceu, e qual falha foi explorada. Contudo, olhando para a quantidade de informação revelada, os hackers que invadiram a Hacking Team tiveram acesso a praticamente tudo, e tiveram ainda tempo para descarregar os 500GB de informação sem que ninguém percebesse. Algo que também pode indicar este vazamento como uma fuga de informação interna. Embora uma empresa de espionagem tanto possa estar atenta ao “transito” de informações externa e interna com facilidade. A manipulação da própria plataforma de monitorização é também uma forte possibilidade, como complemento da invasão.

Segundo as informações reveladas, a Hacking Team já trabalhou para governos de países como Chile, Austrália, Espanha e Iraque. Fora a lista de países que já era conhecida, como Marrocos, Etiópia e Emirados Árabes Unidos. Também já realizou trabalhos para agências como DEA e FBI.

Numa tentativa de obter resposta por parte da empresa, o site Motherboard entrou em contacto com os responsáveis pelo Twetter da Hacking Team, ao qual obtiveram uma resposta sarcástica, referindo que tiveram uma boa publicidade por parte do artigo publicado no site Motherboard sobre a possível compra de software de 2.4 milhões de $ da DEA à Hacking Team.

Ocorrências como esta já aconteceram com outras empresas, a mais sonante foi com a FinFisher, onde 40GB de informações foram reveladas.

Via Motherboard

Categoria: Segurança

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *