Moontera
spotify appstore

Spotify aconselha utilizadores a evitarem taxas da Apple

Por Tiago Araújo a 09/Jul/2015

O Spotify está enviar emails aos utilizadores a alertar sobre os 30% a mais que pagam, se subscreveram o serviço através da AppStore da Apple.

O Spotify não está contente com o pagamento adicional de 3$ para os utilizadores do serviço de musica que subscreveram o Spotify através da loja AppStore. O preço normal de uma subscrição premium do Spotify é de 9.99$, em Portugal o preço é de 6.99€. No entanto, os utilizadores que subscreveram o serviço através do iTunes pagam cerca de 12.99$, cerca de 9€ em Portugal.

Este pagamento extra deve-se à taxa que a loja de aplicações da Apple, a AppStore, cobra.  São cerca de 30% por cada venda. O Spotify em vez de baixar o seu lucro, acrescenta no preço da subscrição esses 30%. A subscrição pela loja de aplicações da Appstore é apenas uma opção, a mais cara. Os utilizadores do serviço de streaming de musica Spotify podem fazer o pagamento da sua subscrição directamente no Spotify, sem passar por qualquer outra loja. Para esses o preço é de 6.99€ em Portugal e de 9.99$ nos EUA.

Com o serviço de musica da Apple disponível no mercado, o Apple Music, o preço de 12.99$ é superior ao preço praticado pela Apple Musica para uma subscrição premium. Para os utilizadores que até agora não se importaram de pagar mais, estão literalmente a dar dinheiro à Apple, e esta comparação de preços pode fazê-los trocar de serviço.

O Spotify está a enviar emails aos utilizadores do Spotify que subscreveram o serviço através da AppStore. No email o Spotify alerta para os utilizadores cancelarem a subscrição via AppStore e inscreverem-se através do site do Spotify, evitando assim o pagamento de 30% à Apple.

A Apple não permite que as aplicação coloquem links para efectuar pagamentos em websites externos nas aplicações da AppStore. O que faz com que o único método disponível dentro da aplicação seja a subscrição via AppStore. Embora o utilizador possa ir ao site do Spotify através do navegador web e efectuar ai a sua subscrição. Para depois iniciar a aplicação do Spotify já como Premium, sem a necessidade de “doar” os 30% à Apple e beneficiando assim de um preço mais barato.

O problema agravasse, pois, normalmente a Apple não cobra por outro tipo de serviços comprados pelas aplicações, como bilhetes de avião, ou, outro tipo de viagens. Já no Spotify cobra. A questão levantada é se existe uma cobrança universal, ou, só para alguns serviços. No caso da compra de viagens, ou, até mesmo compra na Amazon, ou lojas similares, o preço não varia da aplicação para o site. Nem a Amazon, ou, uma agência de aviões abatem os 30% no seu lucro, até ver!

Categoria: Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *