Moontera
Alcatel OneTouch Idol 3

A review ao Alcatel OneTouch Idol 3 de 4.7 polegadas

Conheça nesta review em português ao Alcatel OneTouch Idol 3 de 4.7 polegadas uma das melhores opções de smartphones de gama média.

Por Tiago Araújo a 27/Set/2015

O Alcatel OneTouch Idol 3 está disponível em dois tamanhos diferentes, 4.7 polegadas e 5.5 polegadas. Estas duas versões são totalmente diferentes ao nível de desempenho e especificações. Possuem no entanto características em comum, qualidade de construção e qualidade de som. O modelo que recebemos para análise foi o Alcatel OneTouch Idol 3 de 4.7 polegadas.

Esta versão mais pequena do Idol 3 é uma das melhores opções a escolher na gama média. Encontra o Idol 3 de 4.7 polegadas com um preço a rondar os 199€, o que o torna numa excelente escolha. No interior da embalagem encontra um smartphone muito bem construído, com uma excelente qualidade de audio, bem como um par de auscultadores de qualidade bem acima da média para o que normalmente encontramos nas caixas dos smartphones.

Nesta review ao Alcatel OneTouch Idol 3 (4.7) vai perceber se o Qualcomm Snapdragon 410 e os 1.5 GB de memória RAM vão ser suficientes para aguentar com uma utilização pesada do Android Lollipop 5.0.

Qualidade de construção incomparável na gama deste Idol 3.

O Alcatel OneTouch Idol 3 é sem duvida o gama média mais bem construído que nos passou pelas mãos. É totalmente concebido em plástico, mas está muito bem elaborado. É leve e possui um toque muito confortável. A frente é totalmente limpa, sem logos, nem textos. O ecrã é bastante escuro e por isso não se notam muito as marcas dos dedos. As duas saídas de som tornam este Idol 3 um smartphone simétrico.

Já atrás, encontramos o nome do smartphone, da gama a que pertence e o nome da marca. O plástico traseiro foi muito bem elaborado, é bastante confortável segurar o Alcatel OneTouch Idol 3, pois é leve, fino e possui um material muito bem conseguido.

Existem dois pontos menos positivos. A porta microUSB não está centrada na base e o botão de desbloqueio está no lado esquerdo, uma posição invulgar, mas como vai ver nesta review, acaba por ser irrelevante. E acaba por acostumar-se à posição. A capa não é removível.

Alcatel OneTouch Idol 3

Material das costas do Alcatel OneTouch Idol 3

Ecrã razoável, mas o som é sem duvida o melhor na gama até aos 300€.

A qualidade de som do Alcatel OneTouch Idol 3 é sem duvida o ponto forte deste smartphone. O Idol 3 conta com 2 saídas de som frontais, resultando numa qualidade muito positiva. É um som muito bom, não só para musica, mas também para vídeos e jogos, onde acaba por ser mais envolvente que apenas uma saída de som.

Como se não bastasse, na embalagem encontra ainda uns auscultadores da JBL, com uma qualidade de som acima de média do que normalmente encontramos em auscultadores que vêm na caixa dos smartphones. O resultado da combinação dos JBL, com a boa qualidade de som do Idol 3, resulta numa excelente opção para quem gosta de ouvir muita musica através do smartphone.

Já o ecrã de 4.7 polegadas com resolução HD ficou dentro da nota média. Possui boa qualidade de imagem, o painel IPS funciona bem, mas nesta gama já encontramos alguns ecrãs Full HD. Se inspeccionarmos de perto, notam-se os pixeis devido à resolução HD, mas nada de grave. Conte por isso com uma definição de imagem de 312ppi, pixel por polegada em português. A qualidade de cor foi agradável.

lcatel Idol 3

Ecrã do Alcatel OneTouch Idol 3

Câmara com bom software, mas faltou algo.

O Alcatel OneTouch Idol 3 conta com uma câmara traseira de 13MP e possui uma abertura de f/2.0. Em boas condições de iluminação consegue fotos com boa qualidade, mas basta perder um pouco de “sol”, para começar a notar-se algum grão nas imagens. O que não é comum neste tipo de abertura. No entanto, para visualização em ecrãs mais pequenos, não irá notar esta perca de qualidade.

Na frente encontra uma câmara de 5MP, passa-se o mesmo problema, mas agora mesmo em condições de boa iluminação. Quando visualizamos a imagem em tamanho real, nota-se que a definição da foto é pobre. Já no ecrã do Idol 3, não irá conseguir notar esse problema.

A parte boa da câmara do Alcatel OneTouch Idol 3 está no software. A interface é fácil de utilizar e possui um modo manual muito fácil e com bastantes opções para controlar, desde focagem, velocidade, equilíbrio de brancos e valores ISO, bem como a exposição através de outro menu. Apesar de possuir as mesmas opções que a câmara do LG G4, o controlo da câmara do LG é mais completo ao nível do que permite fazer em cada uma delas. Por exemplo, o Alcatel OneTouch Idol 3 não suporta velocidades de captura longas, as opções neste ponto são mais limitadas. E claro, a câmara está longe de possuir a qualidade do topo de gama da LG, naturalmente.

O vídeo possui uma qualidade comum para esta gama de smartphones. Onde a necessidade de ganhar foco constantemente é o maior problema em longas gravações.

Desempenho surpreendentemente positivo!

Quando olhamos para as especificações do Idol 3, esperávamos que com uma utilização pesada ele falhasse. Não falhou. O Alcatel OneTouch Idol 3 de 4.7 polegadas conta com um chipset Qualcomm Snapdragon 410, munido de um processador QuadCore de núcleos Cortex A53, a uma velocidade de 1.2GHz. É uma configuração comum para smartphones na casa dos 150/200€. Não será um smartphone para jogar títulos com qualidade gráfica no máximo, mas será capaz de correr os principais títulos da PlayStore do Android, sem grandes problemas.

O que nos colocou na duvida foram os 1.5GB de memória RAM. Normalmente 2GB de memória RAM são o valor mínimo para uma utilização mais pesada, onde várias aplicações de redes sociais e vários emails lutam por um acesso constante à internet, seja ela Wi-Fi, ou, 4G LTE. No entanto, os 1.5GB de RAM foram suficientes, e durante os nossos testes o Idol 3 não falhou em nenhuma ocasião, nem um pequeno soluço ocorreu neste tipo de utilização da interface e do sistema Android Lollipop.

Alcatel OneTouch Idol 3

Costas do Alcatel OneTouch Idol 3

No que diz respeito ao espaço para armazenamento de ficheiros e aplicações, o Idol 3 está disponível em 8 e 16GB. Suporta ainda cartões microSD até 128GB, mas para isso tem de abdicar da capacidade DualSIM do smartphone. Por falar em redes, notamos que o Alcatel OneTouch Idol 3 teve dificuldade em obter velocidades elevadas no 3G e 4G quando utilizávamos o segundo slot para microSIM.

Já na autonomia o Idol 3 de 4.7 polegadas desiludiu. A utilização pesada que utilizamos para testar a capacidade de desempenho esgotou a bateria de 2000mAh em menos de 24 horas, o que fica abaixo da média nesta gama. Para utilizações mais leves, a gestão de bateria já será capaz de manter o Idol 3 mais longe da tomada por mais tempo.

Especificações do Alcatel OneTouch Idol 3:

Interface Android ligeiramente alterada, mas bastante rápida.

Como já dissemos, o Idol 3 de 4.7 polegadas foi sempre bastante fluído. Esta fluidez deve-se à interface bem desenvolvida pela Alcatel. É bastante semelhante à interface nativa do Android, o que é positivo, mas possui alguns toques da marca. Algumas animações são diferentes, como a abertura de pastas, onde a Alcatel desenvolveu uma espécie de desembrulhar de papel. Os ícones do Idol 3 são também diferentes, bem como a aplicações de fotografia e a interface de desbloqueio, esta ultima que possui uns atalhos rápidos para algumas aplicações.

A interface vem repleta de aplicações inúteis, mas podem ser todas elas removidas. O que acaba por eliminar este ponto que poderia ser negativo para a versão de 8GB.

Alcatel OneTouch Idol 3

Porta USB do Idol 3

Vale a pena compara o Alcatel Idol 3?

É a melhor opção na casa dos 150/200€. Encontra a versão de 8GB de espaço por cerca de 199€ na Amazon, por tempos esteve à venda por cerca de 159€. A este preço é impossível competir com o Idol 3. Na lojas tradicionais em Portugal o preço deste smartphone sobe para os 250€ na versão de 16GB de espaço. A este preço a concorrência aumenta, com nomes como Sony Xperia M4 Aqua e BQ Aquaris M5 a dificultar a vida deste Idol 3, pois em ambos os casos o desempenho dos rivais será consideravelmente superior.

Onde o Idol 3 é imbatível é na qualidade de construção, e na qualidade de som. Mesmo num patamar dos 300€, este Idol 3 continua a ser superior à grande maioria dos rivais, nestes dois pontos.

Se procura um smartphone maior, o Idol 3 de 5.5 polegadas pode ser a solução. Esta versão já possui 2GB de memória RAM, e um chipset Qualcomm Snapdragon 615, capaz de fazer frente ao BQ e Sony que citamos em cima, ao nível do desempenho.Dentro dos smartphones inferiores a 5 polegadas, podes também colocar o BQ Aquaris M4.5 como alternativa a este Idol 3, mas o modelo da Alcatel é uma escolha superior.

Categoria:Reviews
Tags:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *