Moontera
DirectX 12

DirectX 12 qual será o impacto das novidades no Windows 10

Por Tiago Araújo a 27/Jul/2015

O Windows 10 está a chegar ao mercado, e com ele vêm o DirectX 12, que trará várias melhorias no desempenho de jogos e aplicações que façam uso da tecnologia.

O Windows 10 vai trazer consigo o DirectX 12 de forma exclusiva. Apenas os computadores, smartphones e tablets com Windows 10 vão poder usufruir do DirectX 12, a par da consola Xbox One. O DirectX é o responsável pela comunicação entre o motor gráfico e a placa gráfica, e nesta nova versão, existem várias melhorias nessa comunicação que irá melhorar drasticamente o desempenho em jogos.

A sua actual placa gráfica (que já suporte o DirectX 11) vai ser capaz de um desempenho superior em jogos que utilizem o DirectX 12. Nos dispositivos portáteis vamos também encontrar melhorias do desempenho, mas também na autonomia em jogos, ou, aplicações gráficas. Fazendo uso da teoria de que menos é mais, no caso da autonomia e do DirectX 12, mais é menos, pois a maior utilização dos poderes da gráfica, irá aliviar a tensão do CPU, diminuir o tempo de processamento e assim aumentar a bateria, mas já lá vamos.

Na data de lançamento do Windows 10, dia 29 de Julho, não vão existir jogos DirectX 12, nem aplicações que tirem partido da tecnologia. Apesar disso, até ao final do ano vamos encontrar vários produtos, como jogos e programas com DirectX 12.

Gráficos DirectX 12

Linguagem de baixo nível permite tirar mais partido das funcionalidades da placa gráfica.

O DirectX 12 vai utilizar uma linguagem de programação de baixo nível, para quem não é programador, isto significa que a linguagem de programação está mais próxima da linguagem de interpretação da placa gráfica. Quanto mais baixo o nível, mais difícil se torna programar, mas mais partido consegues tirar, neste caso, das funcionalidades da placa gráfica.

Para os jogadores de PC isto significa que o nível de programação está agora ao nível das consolas (que já era de baixo nível). Será mais fácil converter jogos de consolas para PC com Windows 10. Para quem cria jogos para PC, significa que o nível de exigência da programação aumentou consideravelmente. Principalmente para quem utiliza motores gráficos próprios. No caso da Xbox One, a versão do DirectX da consola já estava a utilizar este tipo de programação, pois era uma versão especial do DirectX 11.

Linguagem mais próxima da gráfica significa tirar mais partido dela e drivers mais simples.

Isto significa também que é mais fácil para a placa gráfica interpretar o código, pois necessita de menos etapas de interpretação e tradução do código. O que acontecia anteriormente era que os programadores programavam em “X” e para chegar a “Z” a linguagem tinha de ser traduzida várias vezes, agora essas vezes são menos. Isto também significa que os Drivers serão mais simples, mais leves e menos importantes.

Quem programa para smartphones Android por exemplo, sabe que se programar em HTML5 vai estar muito limitado nas funcionalidades, mas se programar em Java, vai estar menos limitado, pois é uma linguagem de nível mais baixo que o HTML5, mais próxima da interpretação do Android.

Um bom exemplo é o sistema de reclamações nas empresas. Pense que quer reclamar do preço da ultima factura da Luz. Em Portugal pode ligar para EDP, ou, ir a uma loja da EDP. Na loja, passam para o departamento de reclamações, nesse passam para a chefia regional e por fim pode chegar ao “núcleos” nacionais da EDP. Este processo demora tempo. Agora imagine que existe um caminho que o leva directamente à chefia Regional da EDP. Se deixar a sua reclamação lá, ela chegará mais rápido ao “núcleo nacional da EDP”. Passa-se o mesmo no DirectX 12, esta versão comunica de forma mais próxima com a placa gráfica, não passando por alguns processos de tradução.

Paralelização é a grande novidade na execução do DirectX 12!

Esta é a grande novidade do DirectX 12. A placa gráfica será capaz de fazer mais coisas ao mesmo tempo. Até agora, a comunicação entre o jogo e a gráfica passava por alguns processos que limitavam muito a resposta da placa gráfica, nomeadamente o processador que apenas utiliza 1 núcleo para comunicar com a placa gráfica. Ao longo do processo de tradução de linguagem, a placa gráfica apenas recebia uma ordem de cada vez, pois o sistema trabalhava em serie. A gráfica recebia uma tarefa e só depois de completar essa tarefa é que começava a seguinte. Muito do poder de fogo da gráfica não era utilizado, pois apenas uma parte recebia uma tarefa do processador. E o processador estava a ser utilizado de forma bastante tensa, pois tinha de lidar em 1 segundo, com vários processos.

Com o funcionamento em paralelo do DirectX 12, a placa gráfica consegue receber várias tarefas em simultâneo, evitando assim o foco de processamento em apenas uma parte, diminuindo a tensão no CPU, diminuindo o tempo de resposta e assim diminuindo a energia necessária. Isto significa que um jogo que suporte DirectX 12, a rodar num Windows 10 com DirectX 12 activado, irá possuir um desempenho superior, mais FPS, do que o mesmo PC, a rodar o mesmo jogo, mas com o DirectX 12 desactivado.

DirectX 12

Comparação DirectX 11 vs 12, tempo para executar as tarefas, e a disposição dos trabalhos entre núcleos.

No caso dos portáteis e futuramente os smartphones, significa que o alivio de tensão e a diminuição do tempo de resposta vão resultar em mais bateria. Jogar, e utilizar motores gráficos vai ser uma tarefa mais simples para esses dispositivos.

Pense no seguinte, o João tem de realizar a tarefa que de colocar bolas numa caixa, mas apenas pode utilizar uma mão. Já o José pode utilizar as duas mãos para a mesma tarefa. À partida, o José será mais rápido que o João. Agora pense que o João é obrigado a colocar as bolas na caixa à mesma velocidade que José. O João terá de aumentar a velocidade com que a sua mão trabalha, aumentando a tensão no braço e cansando-se mais que o José, pois o João terá de gastar mais energia no aumento de velocidade para acompanhar o José. É o que se passa quando comparamos o DirectX 12, com as anteriores versões. A versão 12 não só significa mais velocidade, como também menos energia gasta.

DirectX 12 desempenho

Diferença de desempenho (FPS) no mesmo PC, dependendo dos núcleos do CPU e do DirectX

A minha placa gráfica é compatível com o DirectX 12?

Se a sua placa gráfica já é compatível com o DirectX 11, a resposta é sim. Como já dissemos, as grandes novidades do DirectX 12 estão na forma de comunicar, e não no acrescentar de funcionalidades às placas gráficas. Existem no entanto algumas funcionalidades que estão limitadas a placas. São processos muito específicos que vão continuar a ser limitados em certas placas, mesmo que venham com suporte nativo ao DirectX 12. Os jogos, e programas do Windows 10 vão continuar a correr em DirectX 12 mesmo sem essas pequenas funcionalidades. Estas funcionalidades são denominadas como Feature Levels.

Placas Nvidia a partir da geração 400 vão suportar o DirectX 12. O que significa que praticamente todas as gráficas Nvidia recentes vão suportar o DirectX 12. Já na AMD a limitação é superior. As series AMD Radeon HD 5000, 6000, 7000 G, 7000 M, 7000 D e 8000 M não vão suportar o DirectX 12. O suporte fica-se pelas series AMD Radeon 7000 e 8000. Radeons R4, R7 200 e R9 200 vão também vão suportar o DirectX 12.

No caso da Intel, as placas gráficas que vão suportar o DirectX 12 são as seguintes, Intel HD Graphics 4400, 4600, 5000. As Intel Iris Graphics 5100 e Iris Pro Graphics 5200 também vão suportar.

(Jogo Forza 5, facilmente convertido e a rodar num PC com DirectX 12. Forza 5 é um exclusivo Xbox.)

Qual o impacto do DirectX 12 na Xbox One?

Primeiro ponto, a versão do DirectX 11 da Xbox já utilizava uma linguagem de baixo nível, ou seja, a comunicação com a placa gráfica já era próxima. A arquitectura da consola difere também com os típicos computadores. Vão existir melhorias com o DirectX 12, mas não serão dramáticas, nem perto disso. Não fará com que todos os títulos consigam correr a 60fps numa resolução Full HD, mas em alguns deles isso pode acontecer. A Microsoft já demonstrou isso, mas isso só ocorrerá em jogos totalmente desenvolvidos em DirectX 12, não nos actuais. Vai depender da vontade e conhecimento dos desenvolvedores de jogos.

E nos smartphones, qual será o impacto do DirectX 12?

A Qualcomm foi uma das parceiras no desenvolvimento do DirectX 12, juntamente com a Microsoft, Nvidia, AMD e Intel. A implementação do DirectX 12 nos smartphones actuais ainda não foi esclarecida por completo. Se acontecer, e mesmo tendo em conta os novos modelos a ser lançados, irá resultar numa interface ainda mais fluída, podendo suportar gráficos e efeitos mais pesados. Os níveis actuais serão suportados com uma maior gestão da bateria, o que irá indicar um aumento de autonomia, não só em jogos, mas no geral uso do smartphone.

Já possui o Windows 10, quer instalar o DirectX 12, faça download do DirectX 12 no site oficial da Microsoft.

Sobre o Windows 10:

O Windows 10 é a plataforma exclusiva do Directx 12, pode encontrar todas as novidades do Windows 10 neste artigo. Se não possui o Windows 7, Windows 8, ou, 8.1 a actualização para si não será gratuita, pode saber mais sobre o preço do Windows 10, e a diferença entre versões do Windows 10 nos respectivos links.

Em resumo, o Directx 12 vai trazer uma melhoria na ordem dos 30/50% no mundo do Windows 10. Para portáteis e smartphones, vai aumentar também a autonomia dessas maquinas durante a execução de jogos e aplicações que usem a tecnologia. Na Xbox One as melhorias de desempenho não vão ser tão acentuadas como no PC, pois a consola da Microsoft já possuía algumas destas novidades no seu Directx 11.

Categoria: Windows

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *